Ermelinda Azevedo Paz

Música Brasileira





Relação dos trabalhos realizados

A

As Pastorinhas de Realengo. Pesquisa desenvolvida institucionalmente na UNIRIO.

Sinopse da Pesquisa:

  • Aborda os autos pastoris na tradição musical de diversas culturas, situando, em especial, as Pastorinhas do bairro de Realengo, no Município da zona oeste do Rio de Janeiro.
  • Traça um perfil do bairro, levantando algumas de suas tradições.
  • Focaliza As Pastorinhas de Realengo do ponto de vista social, econômico e cultural, nas três gerações abarcadas pelo evento.
  • Levanta toda documentação musical através do registro das melodias que integram o auto, além dos figurinos e do texto das Pastorinhas em três atos.
Veículos da pesquisa:
   I - Livro
  • Paz, Ermelinda A. As Pastorinhas de Realengo. Rio de Janeiro: Editora Universitária da UFRJ, 1987. 137 páginas.
   II - Prêmio
  • Prêmio Silvio Romero do Instituto Nacional do Folclore da FUNARTE, 1983. Menção Honrosa.

   III - Mídia

  1. - Falada
    • Rádio MEC. Programa Encontro com a Universidade de Nísia Nóbrega. Levado ao ar em 16/4/88.
  2. - Escrita
    • LOBO. ZONA OESTE, domingo, 12 de agosto de 1990, pág. 36. Título do artigo: "Pastorinhas, a saudade de Realengo".
   IV - Encenação
  • Encenação do Auto de Natal - As Pastorinhas de Realengo inserido no Projeto de Extensão O Natal Musical Brasileiro na UFRJ, envolvendo professores e alunos das: Escola de Música, Belas Artes, Comunicação e Educação Física. (Curadoria, organização, montagem e regência).
    RJ. 13-14/12/2003, Salão Leopoldo Miguez, 18h. Escola de Música da UFRJ.
    RJ. 17/12/2003, Auditório do Centro de Tecnologia - Fundão, 12:30h, inserida no Projeto O Forum Vai ao Fundão.
    RJ. 22/12/2003, Capela do Forum de Ciência e Cultura da UFRJ, 17:30h.

B

O Folclore na Percepção Musical. Bolsa de auxílio CNPq 405926/83-CH. Pesquisa desenvolvida institucionalmente na UNIRIO.

Sinopse da Pesquisa:

  • A pesquisa levantou uma coletânea composta de 500 canções, distribuídas didaticamente pelos conteúdos da disciplina Percepção Musical.
  • Compreendeu quatro tipos de índices assim organizados:
    1. - Melodias folclóricas em todos o tons maiores e menores (nas formas harmônica, melódica e mista), músicas em compasso composto, com utilização de quiálteras, mudança de compasso, com modulações aos tons vizinhos, para trabalho de percepção das funções tonais, para trabalho de fraseologia, com utilização de sinais de abreviatura e repetição, a duas vozes e, ainda, melodias modais(nos modos pentatônico maior e menor, eólio, dórico, frígio, jônio, lídio, mixolídio, dualismo modal: jônio/lídio, mixolídio/jônio e mixolídio/lídio).
    2. - Índice por regiões do Brasil.
    3. - Índice onomástico (referente aos títulos das canções).
    4. - Indexação por assunto, compreendendo outros conteúdos musicais não referenciados no primeiro índice, como por exemplo: anacruse suspensiva, andamento metronômico, andamento expresso por palavras, células ritmicas específicas, cromatismos, contratempos, síncopes, tipos de inícios de frase, ornamentos, músicas com 2, 3, 4 e 5 sons, progressões melódicas e outros.
Veículos da pesquisa:
   I - Livro
  • Paz, Ermelinda A. 500 Canções Brasileiras Rio de Janeiro: Luis Bogo editor, 1989. 179 páginas.
  • Paz, Ermelinda A. 500 Canções Brasileiras 2. ed. Brasília: MusiMed editora, 2010. 183 páginas.
  • Paz, Ermelinda A. 500 Canções Brasileiras 3. ed. Revista e ampliada. Brasília: MusiMed editora, 2015. 291 páginas.
  • Nota: Edição poliglota em português, espanhol, inglês e francês.
   I’ - Artigos e/ou resumos em Anais ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. O Folclore dentro do processo de arte-educação. In: Revista Brasileira de Música Volume XVIII. Rio de Janeiro: Escola de Música da UFRJ, 1989, p 138-146
  • Paz, Ermelinda A. O Folclore na Percepção Musical. In: Anais da VI Semana de Debates Científicos da UNIRIO. Rio de Janeiro: 1994, p.113.
  • Paz, Ermelinda A. Música Folclórica e Educação. In: Anais do IX Congresso Brasileiro de Folclore. Porto Alegre: 2002, p.161-168.
   II - Dignidade
  • Voto de edilidade Olimpiense aprovado pela Câmara Municipal de Olimpia, São Paulo.
   III - Mídia
  1. - Falada
    • Rádio Jornal do Brasil. Programa Variedades. Em 20/4/90.
    • Rádio Nacional. Programa Dayse Lúcidi. Em 17/5/90.
    • Rádio Nacional. Programa José Messias. Em 26/5/90.
    • Rádio MEC. Programa Marlene Total. 02/6/90.
    • Rádio Guanabara. Programa Chegando no pedaço. Em 13/6/90.
    • Rádio MEC. Programa Debate papo. Em 31/8/90.
    • Rádio Nacional. Programa Arlênio Lívio. Em 04/9/90.
    • Rádio Nacional. Programa Cirilo Reis. Em 18/10/90.
    • Rádio MEC. Programa Educação em debate. "O Folclore na Educação Musical". Em 07/7/97.
  2. - Escrita
    • O GLOBO, TIJUCA. Título do artigo: "Coletânea de partituras do nosso folclore". RJ, 17/4/90, p. 28..
    • O GLOBO, RIO SHOW. Artigo de Carlos Menezes intitulado: "Exercícios de música folclórica". RJ, 01/5/90, p.6
    • JORNAL DO BRASIL. Caderno B. artigo de Mauro Trindade intitulado: "Um resgate do folclore". RJ, 15/5/90, p 2
    • Revista Leia. 500 Canções Brasileiras. Ano XII, 1990, p.46.
    • Última Hora. Artigo de Jésus Rocha intitulado "Aprender música cantando folclore". RJ, 12/6/90, p 5.
  3. - Televisada
    • TV Educativa, Canal 2 - Programa Sem Censura. RJ, 7/3/89.
    • TV Rio, Canal 13. - Program Rio Urgente. RJ, 19/4/90.
    • TV Educativa, Canal 2 - Programa Educação em Revista. RJ, 14/7/90 e 18/7/90.
    • TV Corcovado, Canal 9 - Programa Conversa Fiada. RJ, 13/9/90.
   IV - Participação em Congressos e/ou Encontros de Associações representativas da área e similares. (comunicados e/ou conferências)
  • 13º Curso internacional de Verão de Brasília e l o Seminário sobre Educação Musical. Escola de Música de Brasília. Fevereiro de 88.
  • Festival Aberto da UFRJ. COPPE. RJ, 15/8/90
  • III Encontro Nacional da Associação Brasileira de Escolas de Música (ABEMUS).Escola Livre de Música. SP, 5 a 9/ 5/92.
  • I Encontro Nacional de Educadores Musicais. (ABEM) Escola de Música da UFRJ. Agosto de 92.
  • VI Semana de Debates Científicos da UNIRIO. Rio de Janeiro: 24 a 26/11/92.
  • I Seminário de Educação Artística da Secretaria de Educação do Município do Rio de Janeiro. Em 27/10/94. "O Folclore Brasileiro na Educação Artística".
  • II Seminário Internacional de Relatos de Pesquisa em Folclore e 5 o Encontro com o Folclore. UNICAMP. 27 a 31/8/97.
  • IX Congresso Brasileiro de Folclore. Comissão Gaúcha de Folclore. De 20 a 23 de setembro de 2000. Salão de Atos da UFRGS. Porto Alegre.

C

O Modalismo na Música Folclórica Brasileira. Pesquisa desenvolvida institucionalmente na UNIRIO.

Para adquirir este livro, entre em contato com a Livraria MusiMed

Sinopse da Pesquisa:

  • Traça um breve panorama do modalismo na música brasileira, com base nos autores mais representativos sobre o assunto em questão.
  • Levanta suas prováveis origens.
  • Detecta suas maiores constâncias.
  • Provê o pesquisador de uma coletânea de 136 melodias folclóricas modais, harmonizadas com utilização de cifragem alfabética, visando dar ao estudioso um suporte prático para implementação de futuros estudos na área.
Veículos da Pesquisa
   I - Livros
  • Paz, Ermelinda A. As Estruturas Modais na Música Folclórica Brasileira 3ª ed. Rio de Janeiro: PROMADI SR-1 UFRJ, 1994. 127 páginas.
   I’ - Artigos e/ou resumos em Anais ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. As Estruturas Modais na música Folclórica Brasileira. In: Anais do VI Encontro Anual da ANPPOM. Rio de Janeiro: 1993, p.214.
  • Resenha do livro por Cáscia Frade no Boletim nº 13 da Comissão Nacional de Folclore. Instituto Brasileiro de Educação, Ciência e Cultura (Comissão Nacional da UNESCO). Rio de Janeiro: abril/junho de 1993.
  • Paz, Ermelinda A. As Estruturas Modais na Música Folclórica Brasileira. In: Anais do II Encontro Anual da ABEM. Porto Alegre: 1994, p.96.
   II - Dignidade
  • Voto de edilidade Olimpiense aprovado pela Câmara Municipal de Olimpia, São Paulo.
   III - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares.(comunicados e/ou conferências)
  • II Encontro Nacional da ABEM, de 24 a 27/5/93. Em 24/5/93. UFRGS. Porto Alegre.
  • II Simpósio de Educação Musical e 13 o Festival de Música de Londrina de 15 a 19/7/93. Em 16/7/93. Paraná.
  • VI Encontro Anual da ANPPOM, de 2 a 6/8/93. Em 5/8/93. UNIRIO. RJ.
  • 12º Plano de Pastoral da CNBB. Seminário Regional de Música. São Paulo, 9 a 12/9/93.
  • I Seminário de Educação Artística da Secretaria de Educação do Município do Rio de Janeiro. Em 27/10/94. "O modalismo na Música Folclórica Brasileira".
  • Projeto "Uma Educação Musical para o Século XXI". Palestra sobre "O modalismo na Música Folclórica Brasileira". Em setembro de 95.
  • IX Encontro Anual da ANPPOM. UNIRIO. RJ, 5 a 9/8/96.

D

Villa-Lobos e a Música Popular Brasileira. Pesquisa realizada institucionalmente na UNIRIO.

Sinopse da Pesquisa:

  • Síntese biográfica seguida de dados pessoais, gostos e preferências.
  • Aborda as concentrações orfeônicas e a participação de cantores populares como Francisco Alves, Augusto Calheiros, Silvio Caldas e Paulo Tapajós, com depoimento deste último.
  • Villa-Lobos e a revivescência dos carnavais do início do século, com a formação do "Sôdade do Cordão", em 1940. Entrevistas com os filhos de Zé Espinguela e Aluísio Dias, com fotos.
  • Ainda em 1940, a visita do Maestro Stokowski na "Frota da Boa Vizinhança", com depoimentos de Donga e Pixinguinha, dados ao MIS, com fotos.
  • Análise da obra "O Samba Clássico", dedicada aos músicos populares.
  • Retrata a homenagem prestada em 1966 pela Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, levantando depoimento do carnavalesco Julinho, com a cessão de três projetos das alegorias da época, mostrados através de fotografias. Conta também, com depoimentos de D. Zica e D. Neuma, sobre as ligações de Villa-Lobos com Cartola e a Mangueira. Aborda ainda a homenagem prestada, mais recentemente, pela Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel.
  • Fala de todos os músicos populares como: Joyce, Altemar Dutra, Elisete Cardoso, Edu Lobo, Magro do MPB4, Mário Séve do "Nó em Pingo d’Água", Egberto Gismonti, Wagner Tiso, João Carlos de Assis Brasil e Nana Caymmi, que gravaram Villa-Lobos, e mostra ainda, Villa-Lobos na visão deles.
  • Faz uma análise da obra violonística de Villa-Lobos e narra a relação dele com Segóvia.
  • "Estes brasileiros ilustres" é um capítulo que fala em Vicente Celestino, Sinhô, Herivelto Martins, João Pernambuco, Anacleto Medeiros, João da Baiana, Donga, Pixinguinha, Cartola, Aluísio Dias e Dorival Caymmi, mostrando a amizade e respeito mútuo que havia entre eles e o genial compositor patrício.
  • Por último, uma discografia de todos músicos populares que gravaram Villa-Lobos, seguindo-se uma Coda, que é formada por fatos isolados que tinham relação com o assunto principal, todavia, não se encaixavam nos outros capítulos. Entre tantos outros, fala da relação de Villa-Lobos com Ary Barroso.
Veículos da Pesquisa
   I - Livros
  • Paz, Ermelinda A. VILLA-LOBOS e a Música Popular Brasileira. Uma Visão sem Preconceito. Rio de Janeiro: E. A. Paz, 2004.
  • Paz, Ermelinda A. VILLA-LOBOS e a Música Popular Brasileira. Uma Visão sem Preconceito. 2ª ed. São Paulo: Livraria Tipografia Musical, 2019.
   I’ - Artigos e/ou resumos em Anais ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. O Samba clássico de Villa-Lobos. In: Revista da Academia Nacional de Música, Volume IV. Rio de Janeiro: 1993, p.38-43.
  • Paz, Ermelinda A. As Concentrações Orfeônicas e a presença de músicos populares. In: Revista Brasiliana n. 3. Rio de Janeiro: 1999, p.12-17.
    II - Prêmio
  • Concurso Nacional de Monografias sobre Villa-Lobos e a Música Popular Brasileira (no ano do Centenário), instituído pelo Museu Villa-Lobos e Ministério da Cultura. 1º lugar.
   III - Mídia
  1. - Falada
    • Rádio Eldorado de São Paulo, Programa Leandro Andrade. Em 05/03/2004.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Em 11/04/2004.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Em 18/04/2004.
  2. - Escrita
    • Jornal do Brasil, coluna Boechat de 18/01/2004, p. A19.
    • Tribuna da Imprensa/Tribuna Bis, Carla Giffoni de 19/02/2004, p. 2. "Mestre Relembrado".
    • O Globo, Zona Sul de 04/03/2004, p.20.
    • Jornal do Commercio, caderno Cultura de 07-08/03/2004, p. C7. "Livro Presta Tributo a Villa-Lobos".
    • O Globo, caderno Prosa & Verso, coluna Lançamentos de 13/03/2004, p. 4.
    • Extra, coluna Dicas para Ler de 17/03/2004, p. 15.
    • Jornal do Brasil, caderno Idéias de 27/03/2004, p. 3.
    • Jornal do Magistrado (ano xv, numero 73, Brasília, março a abril de 2004), Orgão Oficial da Associação dos Magistrados Brasileiros, p. 24-25.
    • Jornal Estado de São Paulo, Caderno 2 de 08/04/2004.
    • Claxon (ano 3, numero 7 - abril/maio 2004 - p. 3), Informativo da Decania do Centro de Letras e Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
    • Brasiliana (numero 17, maio de 2004), Revista Quadrimestral da Academia Brasileira de Música, Resenha por Vasco Mariz, p.25.
    • Diário do Nordeste, Caderno 3, p. 1,4-5, "Villa popular" por Dalwton Moura, Fortaleza 13/06/2004.
  3. - Televisada
    • TV Educativa, Programa Em Pauta. Em 09/03/2004.
    • GLOBONews, Programa Almanaque. Em 07/04/2004.
    • TV Educativa, Programa Sem Censura. Em 16/04/2004.
   IV - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares.(comunicados e/ou conferências)
  • Academia Nacional de Música. "Villa-Lobos e a Música Popular Brasileira". Em 19/12/1991.
  • Projeto Villa-Lobinho. Palestra "Villa-Lobos e a Música Popular Brasileira". Em 27/03/2004.
  • USP - V Simpósio Villa-Lobos. Plaestra "Villa-Lobos e a Música Popular Brasileira". Em 28/09/2019.

E

Sôdade do Cordão. Pesquisa realizada institucionalmente na UNIRIO.

Sinopse da Pesquisa:

  • Aborda o Carnaval do início do século até os anos 40, levantando melodias inéditas dos cordões da primeira década do século XX.
  • Traça um perfil do carnaval de 1940, detendo-se em especial, no feito de Villa-Lobos, que foi o desfile do "Sôdade do Cordão", que tinha como objetivo uma revivescência dos antigos carnavais.
  • Mostra de forma detalhada todo o processo que envolveu o desfile da citada agremiação, levantando dados sobre seus componentes, o conjunto musical que o integrava, seu enrêdo, fantasias, máscaras e repertório utilizado no desfile, e ainda, importante documentação iconográfica.
  • Ressalta a importante participação do Museu Villa-lobos, nas comemorações do ano do centenário (1987), quando então, a citada casa reeditou o feito de Villa-Lobos, fazendo sair à rua - no Carnaval deste ano - o "Sôdade do Cordão 1987".
  • Levanta todo o processo que envolveu este evento, entrevistando a comissão organizadora e, ainda, todos os responsáveis envolvidos diretamente no projeto.
  • Conta ainda, com importantes depoimentos de grande parte da comunidade sócio-econômico-cultural envolvida, constituída por três gerações.
  • Soma-se a estes, farta documentação iconográfica e musicográfica.
Veículos da Pesquisa
   I - Livros
  • Paz, Ermelinda A. Villa-Lobos, Sôdade do Cordão. Rio de Janeiro: ELF, 2000. 99 páginas

   I’ - Artigos e/ou resumos em Anais ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. Sôdade do Cordão. In: Anais da VI Semana de Debates Científicos da UNIRIO. RJ, 1994, p. 114.
  • Paz, Ermelinda A. Sôdade do Cordão. In: Revista da Sociedade Brasileira de Música Contemporânea nº 3. Goiás, 1996 p. 105-117.
   II - Prêmio
  • Prêmio Carioca de monografias da Secretaria de Cultura do RJ, 1994. Prêmio Especial.
   III - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares.(comunicados e/ou conferências)
  • VI Semana de Debates Científicos da UNIRIO. RJ. Em 24/11/92
   IV - Mídia
  1. - Escrita
    • UFRJonline no 22. Lançamento do livro "Villa-Lobos, Sôdade do Cordão, de Ermelinda A . Paz, no Museu Villa-Lobos, como parte das Comemorações do Jubileu de Prata da Fundação Universitária José Bonifácio.
    • Jornal O Globo / Zona Sul, de Quinta-feira, 20 de julho de 2000, p.33 . Artigo intitulado "A memória do carnaval sob a ótica de Villa-Lobos, sobre o livro Villa-Lobos, Sôdade do Cordão de Ermelinda A Paz.
    • Jornal O Globo / Segundo Caderno / Coluna Hildegard Angel, de Quinta-feira, 14 de setembro de 2000, p.3, sobre o livro Villa-Lobos, Sôdade do Cordão de Ermelinda A Paz.
    • Jornal UFRJ Universidade do Brasil, Ano 3 No 12 jan/fev 2001, p. 10, artigo intitulado: Academicamente Popular. Sobre o livro Villa-Lobos, Sôdade do Cordão de Ermelinda A . Paz.

F

Jacob do Bandolim. Pesquisa realizada institucionalmente na UNIRIO.

Sinopse da Pesquisa

  • Aborda inicialmente o universo do homem Jacob Pick Bittencourt, conhecido como Jacob do Bandolim. Traça um perfil de sua infância, sua vida escolar e sua carreira de escrivão juramentado no serviço público.
  • Focaliza suas primeiras tentativas musicais amadorísticas e seu direcionamento para o profissionalismo irrepreensível.
  • Trata de sua enorme contribuição para a renovação do instrumento bandolim e da influência de Jacob sobre as diversas gerações de bandolinistas.
  • Levanta importantes dados sobre o intérprete e o compositor Jacob do Bandolim, acrescentando uma relação completa de suas obras musicais, seguida de vasta discografia.
  • Aborda os marcantes saraus realizados na casa do bandolinista, assim como, a grande contribuição deixada para posteridade musical, através do conhecido Arquivo de Jacob do Bandolim no Museu da Imagem e do Som.
  • Leva ao domínio público fatos altamente relevantes, até então desconhecidos, levantados através de entrevistas feitas junto a autoridades no assunto, que privaram do convívio com Jacob.
Veículos da pesquisa
   I - Livro
  • Paz, Ermelinda A. Jacob do Bandolim. Rio de Janeiro: Editora da FUNARTE, 1997. 206 páginas.
  • Paz, Ermelinda A. Jacob do Bandolim. e-Book - Irmãos Vitale Editores, 2019
   I’- Artigos e/ou resumos em Anais ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. Jacob, um bandolim inesquecível. In: Revista P, Piracema nº 4. Rio de Janeiro: Funarte/IBAC/MinC, 1995, p.81-87.
   II - Prêmio
  • Prêmio Lúcio Rangel da FUNARTE, 1989. 1º lugar.
   III - Mídia
  1. - Falada
    • Rádio MEC, Programa Educação em Debate. Em 9/8/97.
    • Rádio MEC, Programa Universo do Livro - Geração 97. Em 23/8/97.
    • Rádio Nacional, Programa Alô Dayse. Em 13/8/97.
    • Rádio Nacional, Programa José Messias. Em 6/9/97.
    • Programa na Rádio Nacional - Gerdau Santos - sobre o livro Jacob do Bandolim. Em 14/9/97.
    • Programa na Rádio MEC - Ricardo Cravo Albin convida - sobre o livro Jacob do Bandolim. Irradiado em 18 e 21 /9/97.
    • Programa na Rádio Globo - Haroldo de Andrade - sobre o livro Jacob do Bandolim. Em 27/9/97.
    • Programa na Rádio Globo - Hilton Abihian - Sobre o livro Jacob do Bamdolim. Em 27/9/97
  2. - Escrita
    • Jornal do Brasil, Caderno B de 09/8/97, p. 4. "A história e a glória de Jacob", por Tárik de Souza.
    • O GLOBO, Rio de 7/9/97, p.30.
    • O DIA D de 17/9/97, p.3 "A Unanimidade da MPB", por Cláudio Uchôa.
    • FOLHA DE S. PAULO, ilustrada de 27/9/97, p.4 "Obra compõe trajetória de Jacob do Bandolim", por Pedro Alexandre Sanches.
  3. - Televisada
    • TV Educativa. Programa Sem Censura. Em 8/9/97.
   IV - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares.(comunicados e/ou conferências)
  • Academia Nacional de Música. Escola de Música da UFRJ. Em 3/9/91.
  • Museu da Imagem e do Som. Evento "Tributo a Jacob do Bandolim". Rio de Janeiro. Em 8/8/94.
  • Clube do Choro de Brasília. Brasília, 9, 10 e 11/9/98.
  • Instituto de Artes da Universidade de Brasília. Palestra "Música Popular Brasileira - Jacob do Bandolin". Brasília, em 21/11/02.

G

Os Ritmos Populares, sua prática nas baterias das Escolas de Samba e o ensino formal do ritmo na UNIRIO e na UFRJ. Bolsa do CNPq de Produtividade em Pesquisa 30.50.40./ 88.0. Categoria II c. - Pesquisa realizada institucionalmente na UNIRIO e na UFRJ.

Sinopse da Pesquisa

  • Investiga como se dá a prática do ritmo nas baterias das Escolas de Samba e de que forma se processa a aprendizagem, levando em conta os possíveis desdobramentos desta atividade musical informal. As comunidades selecionadas foram: GRES Estação Primeira de Mangueira, GRES Imperatriz Leopoldinense, GRES Acadêmicos do Salgueiro, GRES Beija-Flor de Nilópolis, GRES Mocidade Independente de Padre Miguel, GRES União da Ilha do Governador, GRES Portela, GRES Estácio de Sá e GRES Unidos da Tijuca.
  • Investiga a existência ou não de uma metodologia específica no trabalho de Percepção Musical, no que toca a aprendizagem do ritmo, nas duas Universidades envolvidas. Comunidade participante: todos os professores de Percepção Musical da UNIRIO e UFRJ.
  • Traça um paralelo entre essas duas concepções de trabalho ritmico, objetivando, se possível, uma realimentação simultânea.
Veículos da Pesquisa
   I – Capítulo de livro
  • Paz, Ermelinda A. Os ritmos populares: sua prática nas baterias das escolas de samba e o ensino formal do ritmo na UNIRIO e na UFRJ. In: Pedagogia Musical Brasileira no Século XX. Metodologias e Tendências. Brasília: Editora MusiMed, 2000. 293 páginas.
  • Paz, Ermelinda A. Os ritmos populares: sua prática nas baterias das escolas de samba e o ensino formal do ritmo na UNIRIO e na UFRJ. In: Pedagogia Musical Brasileira no Século XX. Metodologias e Tendências. 2ª ed. Brasília: Editora MusiMed, 2013. 447 páginas.
   I’ - Artigos e/ou resumos em Anais e/ou Revistas
  • Paz, Ermelinda Azevedo. Os Ritmos Populares: sua prática nas baterias das Escolas de Samba e o ensino formal do ritmo na disciplina Percepção Musical. In: Revista Raízes e Rumos, Ano zero, Número 1. RJ: Departamento de extensão da UNIRIO,1993, p.33-34.
  • Paz, Ermelinda Azevedo. Os Ritmos Populares: sua prática nas baterias das Escolas de Samba e o ensino formal do ritmo na disciplina Percepção Musical na UNIRIO e na UFRJ. In: Anais da VII Semana de Debates Científicos da UNIRIO. Rio de Janeiro: 1993, p.85.
  • Paz, Ermelinda Azevedo. A Didática Informal no aprendizado dos Ritmos Populares: das Escolas de Samba à Universidade. In: Revista Raízes e Rumos, Ano II, Número 3. Departamento de extensão da UNIRIO. Rio de Janeiro: 1995, p.20-25.
  • Paz, Ermelinda Azevedo. Os Ritmos Populares: sua prática nas baterias das Escolas de Samba e o ensino formal do ritmo na disciplina Percepção Musical na UNIRIO e na UFRJ. In: Anais do IV Encontro Nacional da ABEMUS. São Paulo: 1995, p.30-31.
  • Paz, Ermelinda Azevedo. Os Ritmos Populares. In: Anais do IV Encontro Anual da ABEM. Goiânia: 1995, p.84.
  • Paz, Ermelinda A. Diversidade Cultural na Arte, na Educação e na Cultura. In: Anais do 16º Seminário Nacional de Arte e Educação. Montenegro/RS: 2002, p.15-23.
   II - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares. (comunicados e/ou conferências)
  • I Semana de Extensão da UNIRIO. Rio de Janeiro, de 13 a 15/10/93.
  • VII Semana de Debates Científicos da UNIRIO. Rio de Janeiro, de 18 a 22/10/93. Em 21/10/93.
  • IV Encontro Nacional da ABEMUS. Escola de Música da UFRJ. Em 6/12/93.
  • III Encontro Nacional da ABEM. Salvador, Bahia, de 19 a 22/6/94. Em 22/6/94
              Nota: Exposição de Painel, Mostra de Vídeo e Comunicado.
  • VIII Semana de Debates Científicos da UNIRIO. Em 23 e 25/8/94.
               Nota: Exposição de Painel, Mostra de Vídeo e Comunicado.
  • 4ª Feira Cultural do Centro de Letras e Artes da UFRJ. Rio de Janeiro, 5,6 e 7/10/94.
             Nota: Palestrante e painelista.
  • V Encontro Anual da ABEMUS. UNESP, São Paulo, de 5 a 7/4/95.

H

O Modalismo e suas incursões no Universo da Criação Musical Brasileira. Pesquisa realizada institucionalmente na UFRJ.

Sinopse da Pesquisa

  • De início abordamos o modalismo na Música Folclórica Brasileira considerando suas principais estruturas, prováveis origens e terminologias escalares utilizadas. Procedemos a um levantamento sistemático que resultou em 201 exemplos musicais analisados, cujos resultados foram confrontados com os de outros pesquisadores.
  • Num segundo momento, abordamos o modalismo e suas incursões no universo da criação musical brasileira (compositores representativos da Liturgia Musical Brasileira - católica e evangélica - populares e eruditos), levantando materiais diversos sob a forma de partituras e gravações em vinil, cassetes e CDs. Para finalizar, abordamos o modalismo e sua aplicabilidade na disciplina Percepção Musical.
Veículos da Pesquisa
   I – Livro   I’ - Artigos   II - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares. (comunicados e/ou conferências)
  • Semana Comemorativa dos 25 anos do Departamento Teórico de Matérias Aplicadas. Escola de Música da UFRJ. Em 6/10/98.
   III - Mídia
  • RÁDIO MEC, Programa COMPOSITORES BRASILEIROS de Jorge Ayer. O Modalismo na Música Popular Brasileira. Levado ao ar em 23/6/2002 (FM) e 25/6/2002 (AM).
  • RÁDIO MEC, Programa COMPOSITORES BRASILEIROS de Jorge Ayer. O Modalismo na Música Erudita Brasileira. Levado ao ar em 30/6/2002 (FM) e 02/7/2002 (AM).

I

Villa-Lobos o Educador. Pesquisa desenvolvida institucionalmente na UNIRIO.

Sinopse da Pesquisa:

  • Ressalta e repensa destituída de preconceito, toda a filosofia de Villa-Lobos, de educar socialmente através da música.
  • Mostra em detalhes a implantação do Canto Orfeônico e a obra didática por ele criada para sustentação dos seus alicerces artístico-culturais.
  • Aborda a importância do Orfeão do Distrito Federal como veículo fomentador da formação estético-musical do povo e as concentrações orfeônicas atuando sobre a massa.
  • Trata do processo criativo denominado "A melodia das montanhas" e sua contemporaneidade na educação musical nos dias de hoje.
  • Levanta ainda, a participação de Villa-Lobos no Congresso de Educação Musical de Praga .
  • "O Villa-Lobos que nós conhecemos", revela importantes entrevistas realizadas com Vasco Mariz, Guilherme Figueiredo, Octacílio Braga, Eurico Nogueira França, Cacilda Borges Barbosa, Cleofe Person de Mattos e Luiz Heitor Correia de Azevedo, com depoimentos interessantíssimos, relatando fatos desconhecidos de suas vivências com Villa-Lobos.
Veículos da Pesquisa:
  I - Livros
  • Paz, Ermelinda A. Villa-Lobos o Educador. In: Prêmio Grandes Educadores Brasileiros 1988. Brasília, DF: INEP/MEC, 1989. 53-183.
   I’ - Artigos e/ou resumos em Anais ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. Villa-Lobos o educador. In: Revista da Sociedade Brasileira de Música Contemporânea no 4. Goiás: 1997, p 45-69.
  II - Prêmio
  • Grandes Educadores Brasileiros 1988. 3o lugar. INEP/MEC.
  III - Mídia
  • O GLOBO, BOTAFOGO. Título do artigo: Lançada monografia sobre Villa-Lobos. RJ, 17/7/90, p.35.

J

Edino Krieger. O Compositor. O Crítico Musical. O Produtor Musical. Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Categoria II b. março de 99 a fevereiro de 2001. Pesquisa realizada institucionalmente na UFRJ.

Objetivo da Pesquisa:

  O Crítico Musical
    Objetivos gerais
  • Estudar a contribuição de Edino Krieger como crítico musical, tanto para a evolução da música como para a formação do músico brasileiro.
   Objetivos específicos
  • Levantar as críticas escritas por Edino Krieger na Tribuna da Imprensa no início dos anos 50, como interino, substituindo o crítico musical Renzo Massarani no Jornal do Brasil, nas décadas de 50, 60 e 70, e ainda como crítico musical chefe do citado periódico.
  • Elaborar uma síntese dos artigos escritos, visando fornecer aos futuros pesquisadores uma resenha dos mesmos em ordem cronológica.
  • Categorizar tematicamente os artigos de crítica musical de Edino Kriger e classifica-los através de critérios pré-definidos, dentre outros, políticas culturais e educacionais, parâmetros de estética musical, apreciação musical e artística.
  • Proceder a uma análise e seleção das críticas mais representativas, que integrarão o produto final do projeto sob a forma de anexos.
  O Compositor
    Objetivos gerais:
  • Estudar a contribuição de Edino Krieger como compositor para a formação estética do músico brasileiro, em especial, do compositor.
   Objetivos específicos:
  • Atualizar o Catálogo de Obras de Edino Krieger editado pela Rioarte 1996, complementando-o com novos dados.
  • Elaborar um catálogo temático das composições.
  O Produtor Musical.
    Objetivos gerais:
  • Levantar a contribuição de Edino Krieger como Produtor Musical, registrando suas passagens pela Rádio Jornal do Brasil, pela Rádio MEC, como Diretor Artístico de Teatro Municipal e como Diretor do Instituto Nacional de Música da FUNARTE.
    Objetivos específicos:
  • Historiar a trajetória dos Concursos Corais do Jornal do Brasil. e sua importância no desenvolvimento do Canto Coral no Brasil, em especial no Rio de Janeiro, e o estímulo aos compositores nacionais.
  • Levantar a importância do Grupo Música Viva, na divulgação da música contemporânea.
  • Listar o produto resultante do Projeto Memória Musical Brasileira do INM/FUNARTE ressaltando sua importância na preservação da memória Nacional.
  • Focalizar os Festivais da Guanabara e sua importância na divulgação e preservação da música contemporânea brasileira.
  • Levantar a trajetória das Bienais de Música Contemporânea Brasileira desde sua criação até aos nossos dia, como instrumento de divulgação do produto musical das diversas gerações de compositores brasileiros.
Veículos da Pesquisa
I - Livros
  • Paz, Ermelinda A. Edino Krieger - Compositor, Produtor Musical, Crítico - Vol I & Vol II. Rio de Janeiro: SESC, Departamento Nacional, 2012.
II - Artigos e/ou resumos em Anais ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. A Trajetória de Edino Krieger. O compositor, o crítico musical, o produtor musical. In: Anais do 1º Colóquio de Pesquisa de Pós-Graduação. Rio de Janeiro. Escola de Música. 1999. 141-146
  • Paz, Ermelinda A. A Trajetória de Edino Krieger. O compositor, o crítico musical, o produtor musical. In: Anais do 2º Colóquio de Pesquisa de Pós-Graduação. Rio de Janeiro. Escola de Música. 2000. 144-149
  • Paz, Ermelinda A. Edino Krieger: O Compositor, o Crítico e o Produtor Musical. In: Revista da Academia Nacional de Música, volume XIII, dez 2002.
III - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares.(comunicados e/ou conferências)
  • I Colóquio de Pesquisa da Escola de Música da UFRJ. Novembro de 1999. Comunicado de pesquisa.
  • II Colóquio de Pesquisa da Escola de Música da UFRJ. 8 de dezembro de 2000. Comunicado de Pesquisa.
IV - Mídia
  • RÁDIO MEC, Programa COMPOSITORES BRASILEIROS de Jorge Ayer. Edino Krieger: O Homem e seu Mundo. Levado ao ar em 3/11/2002(FM) e 5/11/2002(AM).
  • RÁDIO MEC, Programa COMPOSITORES BRASILEIROS de Jorge Ayer. Edino Krieger: O Crítico Musical. Levado ao ar em 10/11/2002(FM) e 12/11/2002(AM).
  • RÁDIO MEC, Programa COMPOSITORES BRASILEIROS de Jorge Ayer. Edino Krieger: O Produtor Musical. Levado ao ar em 17/11/2002(FM) e 19/11/2002(AM).
  • RÁDIO MEC, Programa COMPOSITORES BRASILEIROS de Jorge Ayer. Edino Krieger: O Compositor. Levado ao ar em 24/11/2002(FM) e 26/11/2002(AM).

K

Correntes pedagógico-musicais brasileiras - um estudo. Pesquisa realizada institucionalmente na UNIRIO.

Sinopse da Pesquisa

  • A proposta Villa-Lobos.
  • O método Gazzi de Sá.
  • O método Sá Pereira.
  • A proposta de musicalização de Liddy Chiaffarelli Mignone.
  • O trabalho de musicalização de Anita Guarnieri.
  • Jurity de Souza Farias versus aprender solfejo construindo frases.
  • Esther Scliar e a formação teórico-prática do músico vocacional.
  • Cacilda Borges Barbosa e os estudos brasileiros.
  • Os projetos de pesquisa e as propostas de renovação do ensino musical.
  • A atualidade. Oficinas de Música. A proposta de Hans Joachim Koellreutter.
  • Os métodos Dalcroze, Orff e Kodály e suas influências em algumas metodologias brasileiras.
Veículos da pesquisa
   I - Livro    I’- Artigos e/ou resumos em Anais ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. Correntes pedagógico-musicais brasileiras - um estudo. In: Revista da Academia Nacional de Música, Volume I. Rio de Janeiro: Academia Nacional de Música, 1990, p.51.
  • Paz, Ermelinda A. Correntes pedagógico-musicais brasileiras. In: Anais do II Encontro Anual da ABEM. Porto alegre: 1994, p.95.
II - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares.(comunicados e/ou conferências)
  • II Encontro Anual da ABEM. UFRGS. Rio Grande do Sul. 24 a 27/5/93. Em 25/5/93.
  • II Simpósio de Educação Musical e l3º Festival de Música de Londrina. Paraná. 15 a 19/7/93. Em 17/7/93.
  • VI Encontro Anual da ANPPOM. UNIRIO. RJ. 2 a 6/8/93.
  • II Seminário de Educação Artística da Secretaria de Educação do Município do Rio de Janeiro. Em 04/7/95.

L

Pedagogia Musical Brasileira no Século XX – Metodologias e tendências.

Para adquirir este livro, entre em contato com a Livraria MusiMed Sinopse da Pesquisa

  • Villa-Lobos.
  • Gazzi de Sá.
  • Sá Pereira.
  • Liddy Chiaffarelli Mignone.
  • Anita Guarnieri.
  • Jurity de Souza Farias.
  • Esther Scliar.
  • Cacilda Borges Barbosa.
  • José Eduardo Giochi Gramani
  • Osvaldo Lacerda.
  • Bohumil Med.
  • Projetos de Pesquisa: Iniciação à Música do Nordeste de Antonio José Madureira; Significado e funções da música do povo na educação de Cecília Conde; Os ritmos populares - sua prática nas baterias das escolas de samba e o ensino formal do ritmo na UNIRIO e na UFRJ de Ermelinda A. Paz e O Folclore no ensino da Percepção Musical de Ermelinda A. Paz.
  • Hans Joachim Koellreutter.
  • Oficinas de Música.
  • Carmem Maria Mettig Rocha e o Método Willems.
  • Influência dos métodos Dalcroze, Orff e Kodály na pedagogia musical brasileira.
Veículos da Pesquisa
   I – Livro I’ - Artigos e/ou resumos em Anais e/ou Revistas
  • Paz, Ermelinda A. Diversidade Cultural na Arte, na Educação e na Cultura. In: Anais do 16º Seminário Nacional de Arte e Educação. Montenegro/RS: 2002, p.15-23.
II - Congressos e/ou Encontros de Associações Científicas e/ou similares. (comunicados e/ou conferências)
  • Pedagogia Musical Brasileira no Século XX: Metodologias e Tendências. Oficina realizada no 16º Seminário Nacional de Arte e Educação de 7 a 9/10/2002. Montenegro/RS
III - Mídia
  1. - Escrita
    • UFRJonline no 41. Lançamento do livro Pedagogia Musical Brasileira no Século XX - metodologias e tendências de Ermelinda A . Paz. na Escola de Música da UFRJ.
    • Jornal O Arruia da Associação Artística Coral Júlia Pardini, de junho/julho de 2000, no 446, p. 6, sobre o lançamento do livro Pedagogia Musical Brasileira no Século XX - metodologias e tendências.
    • Jornal Correio Musical de Belo Horizonte, setembro de 2000 sobre o lançamento do livro Pedagogia Musical Brasileira no Século XX - metodologias e tendências de Ermelinda A . Paz.
    • Jornal do Brasil / Caderno Idéias / Coluna Agenda, de Sábado, 16 de setembro de 2000, p. 2, sobre o lançamento do livro Pedagogia Musical Brasileira no Século XX - metodologias e tendências de Ermelinda A . Paz.
    • Jornal O Globo / Caderno Prosa e Verso / Coluna Lançamentos, de Sábado, 21 de outubro de 2000, p.5, sobre o livro Pedagogia Musical Brasileira no Século XX - metodologias e tendências de Ermelinda A . Paz.
    • Jornal do Commercio / Caderno País / Coluna Livro, de Domingo, 12 de novembro de 2000, p. A - 26. Artigo intitulado Professora, pesquisadora e "desconhecida", sobre a trajetória da autora, abarcando todos os seus trabalhos.

M

Bienais de Música Brasileira Contemporânea. Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Categoria II a. agosto de 01 a julho de 03. Pesquisa realizada institucionalmente na UFRJ

Objetivos da Pesquisa

Objetivos Gerais
  • Historiar a trajetória das Bienais de Música Brasileira Contemporânea (BMBC) e sua importância no universo da criação musical brasileira como elemento altamente estimulador e multiplicador, de 1975 aos nossos dias.
Objetivos Específicos
  • Estudar a contribuição das BMBC, tanto para a evolução da música brasileira como para a divulgação, preservação e formação do músico brasileiro, em especial os compositores e intérpretes;
  • Relacionar todos os concertos e eventos paralelos que fizeram parte das BMBC desde sua primeira edição, em 1975, até a XIV Bienal, prevista para o segundo semestre de 2001;
  • Listar, por compositores, todas as obras executadas no decorrer das BMBC, indicando, sempre que possível, ano de composição da obra, número de movimentos ou partes, especificação quanto ao instrumental, duração, editora (quando houver, ou similar), fonte de consulta, primeira audição (data e intérpretes), outras execuções (datas e intérpretes), gravações e observações (que podem contemplar desde dedicatórias, informações sobre transcrições para outros instrumentos, reduções, procedência dos temas utilizados, indicação de autoria dos textos ou adaptações, encomendas, dificuldades técnicas e outros);
  • Levantar os parâmetros e critérios que nortearam a seleção das obras por BMBC, de acordo com os procedimentos das comissões de seleção envolvidas em cada evento;
  • Categorizar a multiplicidade de correntes estéticas representadas em cada BMBC; e
  • Registrar, através de entrevistas, o depoimento dos compositores que participaram mais regularmente das BMBC, em especial os residentes no Rio de Janeiro, e ainda, nos demais estados, através de questionários, os mais representativos de cada corrente estética.
Veículos da Pesquisa
I – Artigos e/ou resumos em Revistas ou Anais
  • Paz, Ermelinda A. Bienais de Música Brasileira Contemporânea. In: Anais do 3º Colóquio de Pesquisa da Pós-Graduação da Escola de Música da UFRJ. 20 de Março de 2002. Comunicado de pesquisa. p. 205-211.
II - Mídia
  1. - Falada
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Primeiro programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 30/11/2003.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Segundo programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 07/12/2003.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Terceiro programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 14/12/2003.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Quarto programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 21/12/2003.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Quinto programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 28/12/2003.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Sexto programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 04/01/2004.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Sétimo programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 11/01/2004.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Oitavo programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 18/01/2004.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Nono programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 25/01/2004.
    • Rádio MEC, Programa Compositores Brasileiros. Décimo programa da série "As Bienais de Música Brasileira Contemporânea" Em 01/02/2004.
III - Participação em Congressos e/ou Encontros de Associações representativas da área e similares. (comunicados)
  • 3º Colóquio de Pesquisa da Pós-Graduação da Escola de Música da UFRJ. Em 20/03/2002.
  • 4º Colóquio de Pesquisa da Pós-Graduação da Escola de Música da UFRJ. Em 2003.
  • 1º Simpósio Internacional de Música Brasil/Alemanha. Universidade Federal Fluminense. "A Criação Musical Violonística sob a Ótica das Bienais de Música Brasileira Contemporânea". Em 23/10/2003.

© Copyright 2019/2020 - Ermelinda Azevedo Paz Zanini | bITs Tech Solutions - All Rights Reserved